Cigré Brasil
Associados
Comitês de Estudos
Eventos

Documentos
Revista Eletroevolução
Newsletters
Notícias
Links
Vídeo Institucional
Fale Conosco
Mapa do Site


Como se logar?

19 de janeiro de 2019
Comitês de Estudo realizam Seminários Internos e Reuniões Preparatórias para a CIGRE Session

Há dois meses a sede do CIGRÉ-Brasil tem sido animada pelas sucessivas reuniões de preparação dos delegados brasileiros para o encontro em Paris.

Entre preparativos e instruções aos que participarão da próxima Bienal, as reuniões que têm acontecido na sede do CIGRÉ-Brasil, visam também a preparação dos autores responsáveis pela apresentação dos 27 trabalhos selecionados para a CIGRE Session, além dos jovens membros selecionados para o Young Member Showcase

Dessa forma, os Comitês de Estudo do CIGRÉ-Brasil têm se revezado em nossa sala de reuniões em encontros que contam com a presença de membros de todo o país, além de participantes à distância, através de sistema de videoconferência.

O último desses encontros, ocorreu nos dias 03 e 04 de agosto e foi organizado pelo Comitê de Estudos B5 de Proteção e Automação. Além da delegação que representará o Comitê e de um dos três jovens membros selecionados, estiveram presentes membros que ainda não participarão dessa edição da Bienal e que, dessa forma, puderam ter acesso a uma parte do debate e do conhecimento que será compartilhado na próxima CIGRE Session. Segundo o coordenador do Comitê, Marco Antonio Macciola, trata-se de um processo de "geração de massa crítica" para uma boa apresentação dos trabalhos com o "foco no levantamento de informações relevantes e baseadas na experiência brasileira".

Entre os presentes, um dos três jovens associados selecionados para o Young Member Showcase, Felipe V. Lopes relatou como tem sido participar desse processo, além de nos adiantar o teor do trabalho que será apresentado naquela ocasião:

Basicamente, precisei preparar uma apresentação e uma sinopse dentro dos temas abordados no evento no âmbito do CE B5 de Proteção e Automação. Contando com a ajuda de colegas do ONS, Rafael e Tatiana, bem como de outros tantos amigos do setor elétrico, conseguimos mapear o cenário atual do Brasil no que se refere ao uso de funções de Power Swing Blocking e Out-of-Step tripping, as quais são muito importantes para a manutenção de uma operação estável do sistema elétrico brasileiro.

No trabalho, com base em declarações de especialistas da área de proteção em diversas regiões do Brasil, levantei dados sobre pesquisas atualmente em andamento sobre a aplicação de funções de Power Swing Blocking e Out-of-Step tripping no Sistema Interligado Nacional (SIN). A partir desses dados, fizemos o reconhecimento dos desafios mais atuais no Brasil e das tendências tecnológicas em termos de soluções práticas que já vêm sendo adotadas e que poderão ser implatadas no futuro.

Professor de Engenharia Elétrica da UnB, Felipe Lopes comentou ainda a importância do CIGRÉ em sua atividade:

Entrei no CE B5 apenas em 2017, mas mesmo antes de meu ingresso no grupo, sempre submeti trabalhos às conferências do CIGRÉ, as quais, na minha opinião, contribuem bastante para a aproximação da academia e da indústria. Nos últimos anos, temos nos empenhado bastante em divulgar os trabalhos desenvolvidos no Laboratório de Proteção de Sistemas Elétricos (LAPSE) da Universidade de Brasília (UnB), onde sou professor e orientador de alunos de graduação e pós-graduação e os eventos CIGRÉ sempre constam em nosso calendário de submissões.

 

  

 

 



CIGRÉ-Brasil
7/8/2018